ROCK&RIBS ORIENTA SOBRE IMPORTÂNCIA DA HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS

28 de maro de 2020

Você sabia que uma simples lavagem de mãos pode ser alternativa eficaz na prevenção de infecções graves? De acordo com orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o ato de lavar as mãos corretamente impede o risco de transmissões cruzadas de microorganismos, entre eles, o coronavírus (Covid-19).

“A lavagem das mãos deve acontecer de acordo com as superfícies com que a pessoa entra em contato, ser feita com água e sabão e durar pelo menos 1 minuto”, orienta Pedro Pinheiro Bessa, médico do Hospital São José de Doenças Infecciosas. Para o álcool 70% em gel ou solução, a orientação é friccionar as mãos pelo menos por 20 segundos.

Como a transmissão do coronavírus (Covid-19) ocorre pelo ar, via espirro, tosse e gotículas de salivas, ou por contato pessoal, o ato de lavar as mãos frequentemente é determinante para prevenir o contágio. “É muito importante que a população passe a aderir ao hábito de lavar bem as mãos, além de tomar outras medidas, como usar o álcool 70% e evitar aglomerações”, reforça Pedro Bessa.

Ainda segundo o médico, os profissionais da saúde devem respeitar os cinco momentos de higienização das mãos. Apesar das especificidades entre a lavagem das mãos dos profissionais que atuam no sistema de saúde e da população em geral, todos devem tomar medidas de precaução padrão. “O ideal é que você higienize as unhas, o dorso das mãos, entre os dedos, a polpa digital para que se tenha uma lavagem completa”, orienta.

Na população, a disseminação dos coronavírus entre pessoas geralmente ocorre após contatos próximos, como toques ou apertos de mãos. Qualquer pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1m) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção.

A transmissibilidade dos pacientes infectados é em média de 7 dias após o início dos sintomas. Outros cuidados básicos que podem reduzir o risco de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus, são: evitar tocar os olhos nariz e boca com as mãos não lavadas, cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogá-lo no lixo, além de limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.